Perguntas Frequentes
O que são coberturas verdes?
O que são Coberturas Verdes? As coberturas verdes, também designadas por coberturas ajardinadas, coberturas vivas ou telhados verdes, referem-se a todo o tipo de instalação de vegetação sobre uma estrutura construída, independentemente do tipo d...

O que são Coberturas Verdes?

As coberturas verdes, também designadas por coberturas ajardinadas, coberturas vivas ou telhados verdes, referem-se a todo o tipo de instalação de vegetação sobre uma estrutura construída, independentemente do tipo de construção, do tipo de vegetação, ou do local onde forma executadas. Tradicionalmemte forma sendo construídas recorrendo ao uso de terras sobre a laje (com ou sem inertes a promover a drenagem de fundo). Actualmente são executadas recorrendo aos sistemas multi-camada que consiste na disposição em camadas de diversos materiais, que devem assegurar o bom desenvolvimento da vegetação, respeitando e promovendo a integridade física do edificio. 

As coberturas verdes danificam a impermeabilização?
Não.  Muito pelo contrário! As coberturas verdes aumentam a vida útil das membranas de impermeabilização. A aplicação de uma cobertura verde sobre a impermeabilização estabiliza a sua variação de temperatura a...


Não.  Muito pelo contrário!

As coberturas verdes aumentam a vida útil das membranas de impermeabilização. A aplicação de uma cobertura verde sobre a impermeabilização estabiliza a sua variação de temperatura ao longo do dia. De referir que as fissuras na impermeabilização estão associadas aos trabalhos de expansão e contração que ocorrem no período de maior calor (por volta das 12 horas) e mais frio (noite) respectivamente . Com a cobertura verde este fenomeno não acontece, podendo a impermeabilização duplicar o seu tempo de vida. Em diversos regulamentos de construção europeus, a cobertura verde é citada como um elemento protector da impermeabilização

As infiltrações são evitadas também com a escolha correta do sistema de impermeabilização, que obrigatoriamente deve ter características antí-raiz e que, dependendo do tipo de vegetação a instalar deve ser protegido por outras telas antí-raiz adicionais e/ou por mantas de proteção mecânica da impermeabilização.

Cobertura verdes, cobertura ajardinada, telhado verde, cobertura viva, são designações para a mes
Sim! São apenas diferentes designações. telhado verde é uma designação típica do Brasil, que não é utilizada em portugal dada a grande tradição de telhados em telha.

Sim! São apenas diferentes designações. telhado verde é uma designação típica do Brasil, que não é utilizada em portugal dada a grande tradição de telhados em telha.

Que tipos de coberturas verdes existem?
As coberturas verdes estão divididas em três categorias, sendo que a categoria das semi-intensivas tem tendência a desaparecer pois está normalmente incluída nas extensivas ou intensivas:   Cobertura verde extensiva: cobertura de edifícios ou de ...

As coberturas verdes estão divididas em três categorias, sendo que a categoria das semi-intensivas tem tendência a desaparecer pois está normalmente incluída nas extensivas ou intensivas:

 

Cobertura verde extensiva: cobertura de edifícios ou de outras construções com uma camada de vegetação que requer baixaespessura dxe substrato, vegetação de baixo porte e pouca manutenção, uma vez instalada. As plantas da cobertura verde extensiva (suculentas, herbáceas perenes) desenvolvem-se sobre uma camada de substrato com uma espessura máxima de 20 cm e, em geral, a vegetação não ultrapassa os 50 cm de altura. O peso do conjunto do perfil de substrato e da vegetação é geralmente inferior a 120kg/m2. Em Portugal estas coberturas devem ser regadas, pelo menos durante os dois priemiros anos e sempre que justificar.

 

Cobertura verde intensiva: São jardins sobre edificios ou outras construções que apresentam um coberto vegetal de tratamento intensivo requerendo uma manutenção idêntica à de um jardim convencional. As plantas da cobertura verde intensiva podem ser herbáceas, sub-arbustos, arbustos e árvores. Desenvolvem-se numa camada de substrato com uma espessura superior a  30 cm. O peso conjunto da camada de substrato e da vegetação é superior a 250 kg/m2.

 

Cobertura verde semi-intensiva: cobertura de edifício ou de outras construções que apresentam um coberto vegetal misto (intensivo e extensivo) e que requer manutenção moderada. A vegetação de uma cobertura viva semi-intensiva é geralmente composta por plantas herbáceas, sub-arbustivas e arbustivas. Desenvolvem-se numa camada de substrato com uma espessura compreendida entre  20 cm a 30 cm.

Quanto custa aproximadamente uma cobertura verde?
Para se distinguir preços de coberturas verdes, temos que entender que este preço varia muito dependendo das condições de cada projecto. Para se conseguir sistematizar informação devemos começar por distinguir os preços entre tipos de cob...

Para se distinguir preços de coberturas verdes, temos que entender que este preço varia muito dependendo das condições de cada projecto.

Para se conseguir sistematizar informação devemos começar por distinguir os preços entre tipos de coberturas ajardinadas: as extensivas e as intensivas.

Em média, uma cobertura verde extensiva, em Portugal, pode custar entre 40 e 80 €/ m2 (IVA não incluído) , e uma cobertura intensiva pode custar entre  80 a 190 €/ m2 (IVA não incluído). Estes valores são médias meramente indicativas, que têm por base os projectos já realizados pela Neoturf desde 1999, devendo sofrer ajustes, por vezes importantes que se justificam com ganhos ou perdas de escala e questões logísticas de acesso á cobertura e meios para distribuição de materiais na cobertura.  

Os preços também variam muito de acordo com a qualidade do sistema a instalar, pois não são todos idênticos embora, aparentemente, muitas vezes, pareçam e sejam apresentados comercialmente como tal.

Porque é que algumas pessoas dizem que as coberturas verdes não funcionam?
Como tudo na construção, o que for mal projectado, mas instalado ou mal amntido, pode dar problemas. Na história das coberturas verdes, não há histórico de insucesso em coberturas projectadas e instaladas segundo as boas normas, nomeadamente as Alem&...


Como tudo na construção, o que for mal projectado, mas instalado ou mal amntido, pode dar problemas.

Na história das coberturas verdes, não há histórico de insucesso em coberturas projectadas e instaladas segundo as boas normas, nomeadamente as Alemãs FLL guidelines

Se o projeto for elaborado segundo as boas regras de projeto / construção e manutenção de coberturas verdes não haverá qualquer problema.

 

No entanto, os problemas mais comuns devido a falhas de projeto e/ou execução e/ou manutenção são:

Utilização de solos em vez de substratos técnicos: A utilização de solos em vez de substratos técnicos em sistemas modernos, multicamada com baixa espessura leva à perda da estrutura do perfil de solo, colmatação de filtros e encharcamento no período de chuva com  a consequente morte das plantas. Em casos extremos pode resultar em sobrecargas que levem a danos graves na estrutura do edifício que podem resultar, no limite, ao seu colapso. De referir que os solos em Portugal são maioritariamente argilosos e como tal levam á rapida colmatação das zonas de separação e drenagem provocando a falência de todo o sistema. O tema dos substratos é tão importmnate que a Neoturf tem entre 20018 e 2021 a decorrer mais um projecto financiado pela comunidade europeia para investigação nesta área (orçamento global superior a 500.000 euros)

Drenagem: São comuns os problemas de drenagem, sendo as consequências a morte das plantas e problemas de sobrecargas localizadas com deformação na estrutura. Para que estes problemas sejam evitados recomenda-se que a drenagem seja executada de acordo com os dimensionamentos realizados com base na área de captação da laje/cobertura, tendo em conta também o histórico de caudal máximo de água previstas para o local de instalação. Este dimensionamento também deve estar associado a um projeto de drenagem. 

 

Estrutura: Os sistemas modernos para coberturas verdes trouxeram avanços significativos na redução do peso das coberturas verdes. No entanto, é preciso sempre ter em conta as especificações técnicas do produto / fabricante e a capacidade de carga do edifício, para evitar rachaduras ou até mesmo o colapso da estrutura. A capacidade de carga da estrutura deve ser a primeira pergunta na elaboração de um projecto de cobertura verde.

 

Morte ou mal desenvolvimento das plantas: Normalmente os problemas com as plantas estão associados à escassez ou ao excesso de água (problemas de drenagem que originam asfixia radicular). É importante que as espécies sejam selecionadas caso a caso com cuidado de acordo com o tipo de uso e manutenção pensado para a cobertura e também do tipo de sistema de cultivo utilizado. 

© NEOTURF 2017
By Thesign

MEMBROS ASSOCIADOS